[Atualizado] O manuscrito Voynich




06/04/2017
Eu gosto muito de esclarecer os fatos sobre o que escrevo no blog, não gosto muito de deixar mal entendidos no que escrevo. Principalmente em algo que conheço e estudo por vários anos. Em relação ao caso do rapaz Bruno Borges é notório que ele queria que seu livro fosse lido e assim fez em criptografia, com o interesse exclusivo de se fazer famoso, o desaparecimento pode ser proposital para conseguir viralizar.

Esses objetos são todos falsos, são obras de arte para chocar ou mesmo para vender em lojas de antiguidades.

Existem milhares de livros ou casos em que artistas fizeram obras para impressionar as pessoa ou mesmo maravilhá-las, mas acabam caindo pelo lado misterioso e acabam por criar um mistério onde não existe, esse é o caso do Manuscrito Voynich e do porão de uma casa em Londres.




No caso específico do rapaz do Acre, seus conhecimentos de criptografia aliado ao seu talento de observação, e conhecimentos de Reiki, aliado a conhecimentos de Anime, mais algumas outras formas de conhecimentos relacionados a transmutação de alquimia, deu a ele uma grande vantagem para criar um livro criptografado ao estilo do manuscrito Voynich.
Esse processo de trabalho durou anos e aquilo pode ainda servir de um museu para mostrar as habilidades especiais de Bruno Borges, na verdade como expliquei no artigo anterior, acredito na ligação da reencarnação de Giordano Bruno, pela semelhança física com ele, e que percebi ao ver pela primeira vez sua foto, em nenhum momento vi algum blog ou comentário sobre isso, porque trabalho todos os dias em meus games que levam muito tempo de meu dia, só escrevi o artigo por causa que recebi vários e-mail querendo minha opinião. 
A mensagem que recebi foi real e as minhas percepções espirituais sobre a semelhança dele com o Giordano são incríveis. Agora não li os livros do rapaz para oferecer um tipo de conexão com os trabalhos de Giordano Bruno aliada ao fato da semelhança com o filósofo, a maior conexão com o trabalho de Giordano Bruno que vejo nas imagens é a estátua e a semelhança do rapaz com o frade queimado vivo na praça Campo de Fiori, no mais, posso afirmar que se os livros conterem algo que remetem às ideias de Giordano Bruno, não tenho dúvidas seria algo incrível, mas não posso afirmar isso ainda sem ler os livros dele.
Hoje em dia publicidade gratuita pode ser feita usando esses tipos de marketing virais. Muitos escritores usam "marketing viral" para conseguir leitores, como o caso de Dan Brown e J.J Benitez em todos seus livros ele usa certos temas que são virais como: falar mal de Jesus, falar mal da igreja, usar Templários, usar objetos sagrados misturados com luxúria, falar que Jesus era gay, ou casado, etc.

O marketing viral, pode ser uma faca de dois gumes, tanto podem ajudar a promover como ferrar de vez quem fez esse tipo de coisa, pois terá que justificar-se ao enganar pessoas. Como o criador do Manuscrito Voynich já morreu, ninguém terá que justificar nada.Quem quiser ver o material incluso no livro siga o link abaixo:
http://www.isi.edu/natural-language/people/voynich.pdf

Mas pelo que li da carta do rapaz, parece que ele tinha um grande conhecimento de temas como religião, filosofia e principalmente criptografia. Na verdade isso deve ter surgido ao ler o livro de Dan Brown, provavelmente, pois também estou escrevendo um livro sobre esses assuntos, pena que meus estudos foram roubados e não tenho mais como reescrevê-los. Graças a nossa polícia incompetente irei ficar devendo meu livro ou o escreverei novamente sobre esses temas misteriosos e cativantes.
Espero um dia poder ler os livros e comentar aqui no blog, tenho certeza que as ideias de Giordano Bruno estão nos livros, como disse sou otimista, mas pode também ser apenas um marketing viral para vender livros como especifiquei acima.
A técnica para escrever livros assim é muito fácil de fazer: utilizando algum conhecimento de alquimia, fatos desconhecidos do público em geral, ideias sobre o mistério envolvido por trás do livro, criam uma tempestade de ideias e assim torna-se um marketing viral, pena que as pessoas só leem livros quando existe algum mistério.
Esse costume veio de nossos pais contarem estórias para nós quando somos crianças, principalmente quando são sobre mistério. Mistério é um grande incentivo para estórias cativantes.
Ps: Acredito que Bruno Borges conhece o manuscrito Voynich e outras obras que incentivaram fazer o que fez em seu quarto, mas imaginem como seria para colocar a estátua dentro do quarto, deve ter dado trabalho e o sindico do prédio não viu nada? [Atualizado] Na verdade ele usou um criptex, que aparece no filme do livro de Dan Brown,

Críptex é uma palavra-valise criada por Dan Brown das palavras criptologia e códice. No livro e filme O Código da Vinci ele é um cofre no formato de cilindro supostamente criado por Leonardo Da Vinci. Hoje ele está sendo fabricado para usos comerciais. ...



IMAGEM DO JOGO FULL METALALCHEMIST


ESSE É UM MODO DE USAR CRIPTOGRAFIA, COMO ELE TINHA UM CRIPTEX, FOI MAIS FÁCIL TRANSCREVER UM TEXTO NORMAL PARA TEXTO MANUSCRITO USANDO O CRIPTEX. ESSA IMAGEM ABAIXO É O CRIPTEX DO BRUNO;



Muita luz

Chat Contato Alienigena

2leep.com