O gene Foxp2 (o gene da fala), herança ANUNNAKI.

Desde que os cientistas descobriram o gene Foxp2, foi a confirmação de que o homem geneticamente descende de um humanoide pensante do que um humanoide primitivo, pelo simples fato que o gene foxp2 é o gene da linguagem. Por quê? Simples, ratos e chimpanzés não falam, não tem o gene da linguagem, apenas o homem. Esse é um extrato do texto de um artigo publicado na revista 'NATURE' ou leia no pdf, http://ruccs.rutgers.edu/~karin/550.READINGS/EVOLUTION/Enard2002.pdf

A linguagem é uma característica exclusivamente humana provável que tenha sido um pré-requisito para o desenvolvimento da cultura humana. A capacidade de desenvolver linguagem articulada depende de capacidades, tais como o controle fino da laringe e boca, que estão ausentes em chimpanzés e outros grandes símios. Foxp2 é o primeiro gene relevante para a capacidade humana de se desenvolver a linguagem. Um ponto de mutação no FOXP2 co-segrega com uma desordem em uma família na qual metade dos membros têm dificuldades de articulação graves acompanhadas de deficiência lingüística e gramatical. Este gene é interrompido por translocação num indivíduo não relacionada que tem um distúrbio semelhante. Assim, duas cópias funcionais do FOXP2 parecem ser necessários para a aquisição da linguagem falada normal. Nós sequenciamos DNAs complementares que codificam a proteína FOXP2 do chimpanzé, gorila, orangotango, macaco rhesus e mouse, e comparou-os com o cDNA humano. Também investigamos a variação intraespecífica do gene FOXP2 humano. Aqui nós mostramos que FOXP2 humano contém alterações na codificação de aminoácidos e um padrão de polimorfismo de nucleotídeo, que sugerem fortemente que este gene tem sido o alvo da seleção durante a evolução humana recente.
Essa  descoberta é muito importante para demonstrar que a evolução da linguagem no ser humano está relacionada ao gene foxp2, e também e evolução do ser humano em relação aos outros animais especialmente com os macacos, provando que não evoluímos deles e não temos uma correlação com nenhuma espécie na Terra.
É importante especificar que o gene nos coloca como o único ser em todo o planeta com o gene da fala, isso quer dizer que não há nenhum ser que poderia nos emprestar geneticamente um gene como esse.
NÃO DA TERRA, MAS QUE VEIO DOS CÉUS, E EU FALO COM PERFEITA CLARIDADE DE IDEIA QUE NÓS O HERDAMOS DOS ANUNNAKIS.
De acordo com o livro de Enki, os primeiros homens tinham problemas com os Anunnakis, problemas com uma deficiência que os tornavam incapazes de comunicarem-se e também de aceitar ordens, foi então que Enki usou uma nova versão de genética adicionando o gene foxp2 do homo-sapiens ou a genética Anunnaki, para que o novo espécime pudesse comunicar-se e assim poderíamos receber ordens e poder compreende-las, durante esse processo, nos foi dado a linguagem. Os homens que agora tinham o gene evoluíram até hoje.
Eu descobri algo incrível: Enmerkar e o Senhor de Aratta

O ENCANTO DE ENKI ( A CONFUSÃO DAS LÍNGUAS)
"Era uma vez, não havia cobras, não havia escorpiões
Não havia hienas, não havia leões,
Não havia cães selvagens, não havia lobos,
Não havia medo nem terror,
O homem não tinha rival.
Era uma vez as terras Shubur e Hamazi,
A Suméria de língua harmoniosa, a grande terra das divinas leis dos principados,
Uri, a grande terra que tem tudo o que é próprio,
A terra Martu, que descansa em segurança,
O universo inteiro, o povo em uníssono,
A Enlil numa língua fizeram preces.
Mas então o senhor-pai, o príncipe-pai, o rei-pai,
Enki, o senhor da abundância, cujas ordens eram confiantes
Senhor da Sabedoria que vigia a terra,
Senhor dos deuses,
Senhor de Eridu, dotado de sabedoria
Nas suas bocas trocou as palavras, instalou a discórdia, Na fala do homem que havia sido única.


Nesse texto que é a versão dos sumérios da Torre de Babel, o texto sumério que logo foi adaptado para a Bíblia em palavras trocadas como sendo as palavras de Deus. Na verdade, a Bíblia é uma compilação das placas sumérias, traduzidas por Zacharia Sitchin.
Enki, seria o criador do homem. Enki era geneticista e como seria possível causar a confusão? Fácil, usando uma versão do gene foxp2 que causa uma desordem na linguagem. Leia esse artigo: http://www.landesbioscience.com/pdf/09Maiese_Takahashi2.pdf
Na verdade o gene foxp2 é um gene mutante, provavelmente é possível explicar as mudanças na linguagem usando genes foxp2 mutantes, poderia ser adicionado geneticamente, isso causou a discórdia entre os homens depois que Enlil e Enki entraram em guerra. Praticamente,usaram uma versão mutante do gene que foi adaptada por algum tipo de infecção genética, chemtrails ou algum tipo de mutação genética durante um certo período de tempo, causando desordem da linguagem.Lendo artigo eu descobri que seria possível essa desordem na fala, e seria possível tratar casos com problemas de fala e em casos de autismo, COM DROGAS QUE ATIVAM O GENE FOXP2 MUTANTE.
É possível explicar a confusão na Torre de Babel usando a ideia de um gene foxp2 mutante, que é responsável pela linguagem no ser humano moderno e a desordem da fala. Quanto mais a ciência tenta desmentir a Bíblia mais ela se torna verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Tenha em mente que não gosto do ceticismo, só atrapalha a busca do conhecimento e da espiritualidade, meu blog tem a intenção de ajudar pessoas que tenham interesse em buscar a espiritualidade, por isso não verá sempre artigos sobre OVNIs. Mostrar outras realidades que não seja a da mídia ou do Ibope.
Não publico comentários com palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém. Quem está evoluindo não precisa de xingar ou ofender. Tenha respeito com os comentários de seus amigos, se você tiver alguma sugestão de matéria ou mesmo queira compartilhar alguma informação envie um e-mail para: contatoalienigena@gmail.com.br