Viagem astral: repercussão.


09/11/2017
Recebi mensagem reprovando a mensagem do artigo sobre a sexualidade de um planeta reptiliano.
Na verdade tudo que escrevo tem repercussões aqui na Terra e no plano astral, pois existem várias pessoas como eu trabalhando em várias linhas de espiritualidade. Existem várias linhas de luz aqui na Terra trabalhando a espiritualidade e quase todas falam de sexualidade. Não tenho medo de falar que recebo várias entidades de luz e de escuridão e não sou uma pessoa fechada em um único caminho, acredito que podemos seguir bons caminhos sem precisar cair na luxúria. Primeiro quero falar da viagem no plano astral.
Estava sentado e algumas mulheres brincavam comigo sobre o artigo que escrevi falando de sexualidade em outros planetas. Na verdade espíritos não tem sexo! Tem um monte de mentiras que nós temos que ensinar e destruir ideias difundidas erroneamente por aí. Vamos pensar de forma correta, sexualmente espíritos não tem sexo, apenas vontade e energia, mas não tem pênis e nem vagina.
Estava em um local com várias entidades e uma delas  me disse: o Rogério disse se fosse mulher iria comprar só sapatos! E riram, pois é uma piada pessoal, que falo há muito tempo para as pessoas. Mas antes de sair do local uma delas disse em tom de gozação: o Rogério é lésbica! [Em referência ao meu gosto por mulheres] Aí acordei da viagem, porque alguém fez barulho na cozinha: nesse momento sempre recebo mensagens de espíritos e mentores. Uma mensagem veio em forma de telepatia: Por que você não vai morar com os SAUROS[reptilianos]. 
Essa frase foi uma crítica ao meu artigo anterior: 
https://contatoalienigena.blogspot.com.br/2017/11/mensagem-alienigena-sexualidade-em.html
É normal algumas entidades serem contra reptilianos, isso por que os reptilianos ainda vivem a carnalidade. Mesmo produzindo e tendo vidas carnais, eles seguem a sexualidade. Mas para mim isso é parte de um processo tipicamente carnal, mas podemos viver a carnalidade e por isso vivemos a sexualidade.
Eu penso da seguinte maneira: a sexualidade é algo que é natural do corpo carnal. Não se trata de algo proibido, nem nossa sexualidade e nossas escolhas pessoais, não existe uma proibição. 
O que existe são escolhas entre não viver pelo valor carnal do sexo, usá-lo para ganhar dinheiro, ou para o crime, ou mesmo para obter prazer só pessoal e do egoísmo pessoal. Tirar proveito de outras pessoas, isso é luxúria. Mas o amor em si é algo verdadeiro e bonito, mas será que esse amor pode ser dividido? Esse é o problema: quando o amor não pode ser dividido então torna-se egoísta e terrivelmente carnal.
O correto é o amor entre duas pessoas ou mais que se respeitem mutuamente e se ajudam, esse é o correto. Quando prendemos pessoas através da escravidão da carnalidade ou mesmo nos tornamos escravos desse prazer, é que acontece o erro. Pois, perdemos a auto consciência em favor de prazer pessoal. Isso pode levar a erros como estupro, pedofilia, zoofilia, assassinatos passionais, crimes sexuais, etc. Esse é o mal uso da sexualidade e do prazer pessoal. 
Por isso muitas religiões proíbem o sexo.As pessoas querem viver o prazer sem perceber que isso pode prejudicar outras pessoas e algumas pessoas prejudicam elas mesmas por tornarem-se escravas sexuais, para realizarem prazeres pessoais.
O uso da sexualidade para cometer crimes e o escravagismo de pessoas para obterem prazeres é que nos destrói os humanos. Pois isso fere o livre-arbítrio. Sequestrar alguém para conseguir prazer pessoal é crime e não é liberdade sexual. Há muitos erros entre nós: a pedofilia e casos de assassinatos para buscar prazer, são provas de pessoas primitivas que vivem egoisticamente o seu prazer sexual. Por isso, o sexo egoísta, aquele que só a pessoa tem seu prazer e a outra serve de escravo sexual, é caso de doença mental, advinda do egoísmo que é horrível e pode levar a destruição de outras pessoas.
Por isso temos que lutar contra o egoísmo. 
Muitas pessoas quando são largadas em namoro ou mesmo pelo egoísmo de seus parceiros acabam sendo vítimas e sendo mortas porque não aceitam a separação ou perdem seu poder sobre essas  pessoas.
O verdadeiro amor, não tem necessidades sexuais ou mesmo carnais, quem ama de verdade não precisa da pessoa como carne de comer. Muitas pessoas quando estão sujeitas ao poder da carne, tratam as pessoas amadas como carne de comer. Devemos nos atentar a esse amor carnal, perigoso quando o corpo vira uma forma de carne a ser comida. Esse é o perigo do excesso de ego e de poder sobre a pessoa amada. Nós quando amamos egoisticamente, nos transformamos em pessoas cruas e mortalmente deslocadas.
Então, esse amor não existe e sim o poder da carne. Viramos zumbies do ego. Gosto de chamar as pessoas que não conseguem viver de amor, tornam-se zumbies do ego e ficam vivendo o amor falso que se torna carne.
Muitas pessoas, ainda trocam o amor verdadeiro para o falso amor ligado à carne. Deve-se se atentar a esse amor com responsabilidade, e evitar que possa virar algo destruidor. 
Pense o seguinte: amor é lindo, amar é paz.
Amor não é sexo.
Muita luz.