[atualizado] Viagem astral: visitei um planeta igual a Terra.


01/02/2018
[Atualizado em azul] O dia de hoje foi bem impactante e tive uma viagem astral totalmente lúcido. Acordei como sempre sem barulhos, porque é importante o silencio para manter a frequência que preciso, mas tem um detalhe a Lua tem que estar cheia.  
Quando o terceiro olho se abre com mais facilidade, mas nem todos conseguem isso, porque é muito difícil.
Hoje, fui levado para um outro planeta muito parecido com a Terra junto com 10 pessoas em uma nave muito moderna. 
A nave era como um avião em forma de charuto. Por dentro haviam várias poltronas de cor branca com estofado cor azul marinho e não haviam janelas. Eu senti que a nave estava em velocidade, pois havia uma trepidação suave, e dentro a gravidade normal. Havia um som de movimento bem suave e um pequeno movimento que me parecia estar escorregando em uma montanha russa.



Eram poucas pessoas junto comigo e haviam vários assentos livres, mas fiquei no meu lugar que era bem espaçoso e podia esticar as pernas e o corpo, mas não tinha cintos de segurança. Mas senti que havia dormido na viagem como se fosse uma viagem de avião normal.
O piloto estava  em uma sala fechada, mas algumas pessoas que viajavam comigo tentavam ver quem era o piloto, mas estava fechada com um tipo de metal que refletia o lado externo, não vi nenhuma alienígena. [Estranho não é?]Eu já sabia que era viagem e fiquei na minha, só esperando chegar no local. 
Tudo isso parecia ter levado horas, mas para mim durou minutos. Isso porque fechava e abria os olhos com frequência. Estava lúcido, e quando fechava os olhos entrava na viagem. Então, passou-se horas,  mas sentia que era muito rápido os acontecimentos na viagem. Logo senti que a nave parou e a luz do Sol iluminou toda a nave e nesse momento algumas escotilhas se abriram. Vi que já estava em outro lugar: o objetivo de nossa viagem. Pela luz da janela era possível ver um céu azul muito parecido com a Terra e logo a nave parou e as pessoas foram saindo.
Eu estava do lado de fora e havia um gramado, espaço muito longo, e notei que era uma floresta fechada quase não conseguia ver o céu. Quando olhei para cima, notei que havia um tipo de ambiente artificial, pois caia gotas de água e sentia que no ar havia um vapor de água[pensei que era uma forma de ambiente artificial]. Uns pingos caiam na minha cabeça e era água e sentia como se fosse borrifando água no rosto e no corpo. 
Notei que o local era perfeito para o corpo humano, era úmido e com temperaturas amenas. Notei que o local estava preparado para nós, era como um resort para turistas em outro planeta. Fui observando tudo como uma criança em um parque de diversões. Foi a viagem mais nítida que tive em minha vida, conseguia ver cores e tudo em detalhes.
Em comparação com a Terra: tudo era realmente mais colorido, em tons de verdes e azuis muito fortes, até mesmo a água era mais pesada ou mais espessa, o chão era forrado de um tipo de musgo e gramas bem verdes quase sentia como se andasse sobre um colchão.  A cor branca era mais forte que até ofuscava os olhos de tão branco e o ambiente tinha uma luz que apesar de estar escuro, conseguia ver detalhes mais ao longe. Imagine que seus olhos tem uma capacidade de distancia além do que nós vemos mais perto, essa capacidade aumenta devido a alguma propriedade do planeta, era possível ver detalhes sem precisar se aproximar muito do objeto, conseguia ver tudo.
A cor era essa um verde e azul bem forte.
Acho que esse planeta lembrava a Terra milhões de anos atrás, o oxigênio muito puro e as florestas bem carregadas de plantas. Hoje, nós praticamente destruímos o planeta com nosso egoísmo patético.
Então, me deram uma pedra de cor esverdeada com uma luz violeta como se  fosse a luz de um plasma da imagem abaixo. Segurei a pedra com a mão direita e senti que ela não era dura, mas bem mole, apertei e logo essa pedra se transformou em um pequeno bichinho. Senti, um medo na hora e iria jogar longe a pedra, como se você pegasse um escorpião ou uma aranha, mas algo me deteve, senti meu corpo paralisado, como se eles soubessem que eu iria ter esse movimento de repulsa, um ato instintivo do ser humano com animais peçonhentos. Acredito que eles sabiam que iria fazer isso e jogar o bicho no chão, mas meu corpo ficou paralisado, pois eu senti que iria jogar o bicho no chão e não consegui, pois a paralisia me impediu de fazer isso.



Fiquei mais tranquilo, e o bichinho se mexia em minha mão e aquela vontade de jogar longe, mas continuava sentindo meu corpo paralisado naquela posição. Fiquei ali segurando o pequeno bichinho que era estranho e não tem algo que possa compará-lo aqui na Terra e depois quando senti menos repulsa, meu corpo voltou ao normal. Foi algo incrível que nunca senti antes. Era como se estivessem me ensinando a não ter medo de coisas estranhas. Eu sinto esse tipo de repulsa quando o apresentador Richard Rasmussen segura um bicho estranho na mão.



Logo entendi, esse meu medo de aranhas e cobras. Vem da própria ignorância imposta pela sociedade hipócrita que nós vivemos. 
Então, como que uma iniciação para o que viria logo após. As pessoas logo estavam se divertindo com os animais e plantas que ali estavam. Fui andando pela grama e logo vi uma planta com um tipo de dente e peguei uma folha que estava cortada ao lado e joguei nela, foi algo instintivo: a planta mordeu como se fosse um animal com fome. Aquela planta não era só planta, mas um animal. Fiquei olhando ela devorar a folha. Abismado com o que via.
Nesse ínterim, vi outra planta e era bem bonita e justificava um toque e fui sem medo tocá-la com a mão esquerda e algo aconteceu em minha mão, senti vários espinhos se grudaram e senti uma dor por alguns segundos. E ouvi a voz de uma das passageiras que estavam na viagem disse ao longe: não se preocupem podem se atirar nelas que elas não fazem nada tudo volta ao normal em segundos!
E foi isso que aconteceu logo olhei para minha mão esquerda e senti que o meu corpo assimilou os espinhos, como se entrassem dentro da minha pele.
Continuei andando pelo local e algumas pessoas se atiravam nas plantas que picavam e adoravam isso, mas senti a necessidade de ir em frente de olhar ao redor e fui até um local onde havia uma pequena casa com janelas bem simples, nada de riqueza ou luxúria, bem simples. Quando estava ali consegui ver em meio às árvores que estava escuro, já era noite. Acredito que passamos o dia todo ali vendo essas coisas e para mim durou apenas alguns minutos.

Havia uma Lua em forma de batata, não era redonda como a nossa Lua, e era laranja. Um homem que estava viajando comigo disse: lembra muito a luz da manhã na Terra mas é noite.
Nesse instante me veio algo na memória para fotografar, e procurei meu celular no bolso e quando tirei, veio uma voz que me disse não pode tirar fotos. Mas sou teimoso e peguei o celular e quando notei havia um rosto de um alienígena em tons de marrom como se fosse um celular alienígena. Quando olhei a tela, uma voz veio do celular: a internet não funciona aqui.
Pensei: não ia usar internet e sim fotografar, foi então que aconteceu algo estranho: sai da viagem!
Não terminou, mas havia aberto os olhos, eles sempre fazem isso quando querem passar uma mensagem: eles me disseram que uma gripe muito forte surgirá em nosso planeta que poderá matar milhares de pessoas![Eles disseram a palavra  "flu" que é gripe em inglês ]
Essa gripe será uma pandemia. E que muitas pessoas podem morrer e que é natural do nosso planeta em virtude do que fazemos com nosso planeta, e essa gripe será uma vingança pelos crimes contra a natureza que nós cometemos em detrimento de nosso egoísmo.
Não gosto de colocar essas mensagens no blog, mas as pessoas estão cada vez mais destrutivas, e incompreensivas quanto à proteção do nosso planeta. E é chegada a hora de sentirmos nossa fraqueza perante a natureza.
As pessoas já estão sentindo isso: veja a febre amarela que já havia sendo extinta nas cidades e agora estamos vivendo um surto em várias cidades do Brasil, nos EUA as pessoas estão sofrendo com uma gripe que assola o país com quase 47 mil casos.
Agora se uma gripe muito forte surgir, como aconteceu na época da Gripe Espanhola que foi uma pandemia em 1918 e pode ser pior que uma Terceira Guerra Mundial.
Posso explicar porque essa gripe irá acontecer, é algo que as entidades estão alertando há alguns anos: trata-se da ineficácia dos antibióticos!
O que acontece: nós seres humanos inventamos uma praga que é o antibiótico, uma forma de lutar contra as doenças, mas a luta pode criar bactérias ainda mais fortes, como é o caso da KPC, que é quase imbatível e pode causar muitas mortes em hospitais e mostra que quando tentamos eliminar vírus e bactérias nós também estamos ensinado elas a sobreviver, isso porque todo vírus é mutante.