Mistério na Austrália completa 20 anos.


27/06/2018
Esse ano completa completa 20 anos de um mistério até agora: é a imagem de um aborígene gigante desenhado na planície descoberto por um piloto de helicóptero.
A figura estende-se sobre uma área de 4,2 quilômetros e é conhecida como a representação de um caçador aborígene. Essa imagem foi chamada de Marree Man ou homem de Marree. Esse desenho é um dos maiores desenhos gravados em solo.
A imagem está envolta em mistério sobre a autoria do desenho.No início da semana um milionário Australiano Dick Smith ofereceu 5 mil dólares para quem der alguma informação sobre a origem do trabalho artístico.
"Como isso foi mantido em segredo durante 20 anos?", disse ele nesta semana à Australian Broadcasting Corporation (ABC), a rede de televisão pública da Austrália.
Se até agora nada foi desvendado trata-se de um geoglífo antigo, mas estamos longe de saber quem fez essa imagem, pois não há nenhuma informação, apenas algumas indicações de quem encontrou o geoglífo que enviou várias mensagens em fax anônimas de um suposto homem que revelou a existência do geoglifo.

O que posso dizer é que esse geoflifo foi feito em terra aborígene protegida pela Arabana Aboriginal Corporation, que não aceitaria que algo assim fosse feito nas terras aborígenes por ser uma profanação. 
Então, é lógico que pode ser feito por homens modernos, isso porque alguns locais mantém o desenho usando máquinas para que o desenho não se perca. Sendo assim é óbvio que o geoglífo é moderno. Pois, se fosse antigo a imagem já teria desaparecido. Bom, é um caso misterioso, mas pode ser que tenhamos mais informações, mas é óbvio que quem fez isso usou tecnologia moderna de GPS, pois aborígenes não teriam essa tecnologia só se os alienígenas ajudaram!