[Atualizado] Ringwoodita: cristal com 1.5% de água, encontrado no Brasil.

17/11/2017
Recebi muitas críticas quando postei meu artigo sobre a Terra Oca.
Mas parece que quanto mais me apertam mais água aparece. [kkk]
Foi descoberto no Brasil uma nova forma de diamante ou cristal. Ele se chama ringwoodita, em homenagem Alfred E. Ringwood, geoquímico australiano. Esse cristal foi encontrado na Austrália. A austrália  é um dos continentes que pode ter rochas que seriam mais antigas no planeta, porque pode ter sofrido muito pouca interferência de placas tectônicas, e isso ajudou a preservar cristais que pertencem a uma zona abaixo da crosta terrestre ou mesmo de asteroides.
A imagem ilustra essa situação, observe que essa zona em azul é uma zona de cristal e muito conhecida como zona de transição que antigamente, as cientistas acreditavam ser composta de rochas sólidas e que fica entre o manto inferior e o manto superior. Isso mostra que essa zona pode ter água vamos dizer que em uma densidade menor, mas que não seria possível estar ali. Algo que os próprios cientistas não tem como explicar.


Essa evidência mostra que abaixo da camada existe água!
Uhuuuuuuuuuuuuuu! 
Ringewoodita só existia em meteoritos ou em experimentos em laboratórios, mas agora o fato de encontrar essa nova forma de cristal vinda do fundo da crosta terrestre, pode provar muitas coisas que a Terra não seria totalmente sólida. 
Como expliquei em meu artigo sobre que o gás e a água tem o que seria um efeito sobre as medições do que seria líquido ou viscoso. Essas medições são feitas através de ondas P e S que são produzidas por terremotos em todo o mundo. Medições que podem ter confundido as medições do que seria gás, água e sólido, dando um resultado errado sobre o que produz o campo magnético da Terra. Seria mais fácil dizer que as colisões tectônicas são efeito de uma crosta líquida e não sólida. Como se fossem barcos em um pier ou cais. quando as ondas são fortes eles se chocam criando um efeito como as placas tectônicas. 
Eu sempre achei em meu raciocínio que essa zona seria importante na produção de movimentos da Terra, mas agora isso se torna algo real.
Esse diamante sem valor, tem 3 mm de tamanho e gigante na esperança de uma Terra oca e não sólida como se pensava.
Esse diamante valioso foi encontrado em uma mineradora em Juína, Mato Grosso. Esse achado foi algo de muita sorte e comprova algumas teorias de que o manto não é tão sólido. Sendo, 1,5% de água, calculando aproximadamente se o tamanho da zona onde estão esses cristais for muito grande nós teríamos mais água que em nossos oceanos!
A água não é líquida e sim composta de hidróxidos iônicos que são solúveis em água. Isso mostra que a água pode ter surgido não apenas em asteroides ou mesmo de outras formas, mas através desse forma de ionização onde aumentariam a quantidade de água nos oceanos.
Esse fato é muito interessante porque a crosta terrestre pode conter mais água do que outra forma de material. Essa descoberta poderá chocar muitos cientistas que ainda acreditam que a zona de transição seria totalmente de forma não cristalina, isto é de composição de rochas ígneas o que agora mudou. 
Nós sabemos sem precisar de muitos achados, porque a NASA já demonstrou, é claro, ainda sem comprovações científicas corajosas, que a Lua não seria totalmente sólida porque há uma acomodação da crosta em relação à sua circunferência.
Essa foto é um exemplo de que quando um asteroide atinge a Lua a cratera não é concava e sim convexa. Isso mostra que a energia interna empurra para fora dando a convexidade da cratera. Imagine o seguinte: a Lua tem um giro muito lento e é igual ao seu movimento de translação. 
Como a Lua é tão redonda e por que suas crateras são convexas?
[Atualização]O que mudaria o conhecimento sobre uma zona cristalina na crosta terrestre? Muitas mudanças, pode ser que a maioria do sistema solar tenha zonas iguais com 1.5% de água! Marte, teria sua água estocada em uma zona parecida. Sendo que os meteoritos tem ringwoodita, então a água pode ter sido parte de todo o sistema solar. Não seria exclusividade da zona habitável e sim comum em sistemas solares de todo o universo. Mostra também que a água são só pode ser líquida, mas em forma de cristais que poderiam estar em todo o sistema solar. E mais, se os meteoritos são exemplos de impactos em luas, onde a crosta foi despedaçada e com o impacto foram atirados ao espaço. E podem ter sido um evento que ocorreu em uma época de impactos violentos no início do sistema solar.
Essa descoberta deixa cientistas cada vez mais perplexos, porque o que se pensava era que compostas de rochas ígneas como o peridotito, uma rocha ígnea ultrabásica. Agora junta-se a elas algo novo um cristal com 1,5% de água.É um achado maravilhoso, por deixa a crosta menos sólida do que imaginavam os cientistas e dando um fôlego para acharmos água em zonas que antes eram sólidas
Eu fiz dois artigos sobre esse tema e que mostram minha ideia há pelo menos 7 anos atrás já imaginava algo como isso, mas não tinha ainda essa comprovação. Agora realmente, é um início da verdade, mas ainda falta muito, mais revelações serão somadas a essa, tenho certeza.
No começo as pessoas acham que sou maluco, que não sei nada sobre nada, mas com o tempo essas informações poderão mostrar que a verdade é pior que a mentira.
Muita luz.